Narcóticos Anónimos

Meditação do Dia

Terça, 20 de Novembro de 2018


Procurar a realização pessoal


"Não estávamos orientados para a realização pessoal; concentrávamo-nos apenas no vazio e na falta de sentido das coisas." Texto Básico, pp. 100-101

Terá havido provavelmente centenas de vezes durante a nossa adicção activa em que desejámos ser outra pessoa. Talvez tenhamos desejado trocar de lugar com alguém que tivesse um carro óptimo, ou uma casa grande, um emprego melhor, ou uma namorada mais atraente - tudo menos aquilo que tínhamos. O nosso desespero era tão profundo que nem conseguíamos imaginar que alguém pudesse estar em pior forma do que nós. Em recuperação podemos descobrir que estamos a experimentar um tipo de inveja diferente. Podemos continuar a comparar o nosso interior com o exterior dos outros, e a sentirmo-nos como se ainda nos faltasse qualquer coisa. Podemos pensar que toda a gente, desde o membro mais novo ao membro mais velho, soa melhor do que nós nas reuniões. Podemos pensar que todos os outros estão a trabalhar melhor o programa porque têm um carro melhor, uma casa maior, mais dinheiro, e por aí fora. O processo de recuperação, sentido através dos Doze Passos, vai transportar-nos de uma atitude de inveja e de baixa auto-estima para uma postura de preenchimento espiritual e de profunda apreciação por aquilo que temos. Descobrimos que jamais trocaríamos voluntariamente de lugar com outra pessoa, porque aquilo que descobrimos dentro de nós é inestimável.

Só por hoje:

Há muitas coisas pelas quais me sinto grato na minha vida. Vou cuidar da realização espiritual que alcancei em recuperação.